sexta-feira, 5 de agosto de 2011

O Lado negativo de ser Alta

Faz algum tempo que eu li essa crônica da Mônica Marteli, na verdade foi quando ela começou  na Dança dos Famosos, eu estava procurando informações sobre ela, e tava curiosa para saber sua altura. Então achei essa crônica, que por sinal é muito boa e engraçada, ela fala com humor da mulher alta e suas dificultades num país onde a maioria da população possui altura baixa ou mediana. Aqui no RS, principalmente no interior, existem mais mulheres altas, mas aqui na capital não são muitas. Na crônica eu me identifiquei em algumas situações, mas tem também o lado positivo, senão não existiriam tantos sapatos com saltos altíssimos, não é verdade?

Vai aí a cônica para rir um pouco:



MÔNICA MARTELLI




Alta, mas insegura

(.........)E eu fico me perguntando desde quando sou insegura. Até os 18 anos eu nunca me dei bem com namorados. Nasci em Macaé, interior do Rio de Janeiro, e desde meus 15 anos sou uma mulher alta. Tenho 1,80 metro de altura. Ter 1,80 metro em Macaé é diferente de ter 1,80 metro em Paris. Em Paris, eu acredito que uma pessoa alta no mínimo anda empinada, com orgulho da altura que tem. Em Macaé eu me encurvava para tentar ter 1,77 metro. Ninguém era alta como eu! Passei minha vida inteira olhando para baixo. E mulher alta, se anda de cabeça reta, olhando para a frente, é metida. Mulher alta tem de andar de cabeça baixa, com o olhar de baixo para cima, para passar simpatia. A Lady Di olhava assim. Eu reparava.

Por exemplo, quando você entra numa festa, todo mundo te olha e te admira. Mas essa sensação de poderosa só dura meia hora, porque os homens nunca chegam, só olham. No meio da noite você vê as baixinhas todas se dando bem, se agarrando pelos cantos, dançando coladinho, beijando na boca. E as grandonas sozinhas, enfeitando a festa. Porque mulher alta não pode ficar encalhada, não! Todo mundo repara.


Fora que as pessoas te tratam mal. Porque acham que, por você ser alta, sua auto-estima deve ser muito alta também. É tipo assim: 'Veio alta nesta vida, então vai ouvir!'. Aí te xingam e são agressivos, com a maior naturalidade.


Há uns anos eu estava ensaiando uma peça e o iluminador, que estava marcando a luz, virou para mim e disse:


'Querida, chega um pouco para trás que eu não consigo te marcar! Tu é um poste! Enorme! Tá tapando tudo! Tapa até o cenário!!'

Agora, para a gordinha que estava do meu lado, ele não falou:

'Querida, chega um pouco para o lado! Tu é uma balofa, enorme de gorda! Tapa tudo!' Não! Para ela, ele falou com toda a delicadeza: 'Querida, chega um pouquinho para o lado, fofinha!'.

Quando eu estudava teatro, na minha turma só tinha um ator que podia ser meu par. Era o único que tinha o meu tamanho. Ele não teve escolha, teve de me aturar, querendo ou não, sendo meu par por três anos. Quando o professor passava algum exercício de casal, eu já ficava insegura: 'Ai, meu Deus, se ele pegar outra mulher eu vou sobrar!'. Eu já olhava para ele com um olhar do tipo: 'Você é meu!'.

Eu acho que os pais, quando percebem que os filhos vão ser grandes, têm de incentivar o vôlei ou o basquete. E, se o filho também for lindo, tem de ser modelo. Porque a criatura vai ouvir mesmo a vida toda: 'Você é jogadora de basquete?' 'É modelo?' 'Nossa, como você é alta!'.

Agora, há momentos em que é muito bom ser alta. Num show não precisa ficar pedindo para o namorado te colocar no ombro, desesperada, porque não consegue ver nada. Você pode dançar, charmosa, porque enxerga tudo.

Num camarote de Carnaval, é muito bom. Todo mundo está vestido igual, a mesma camiseta. Você não precisa cortar a camiseta, fazer franja, botar paetês, torcer, botar um shortinho com salto para chamar a atenção. A altura já é um adereço.

Eu ouvi que a insegurança é a nossa salvação, que ela é responsável pela nossa humildade. Realmente! Imagina se todos fossem muito seguros e confiantes todo o tempo, que coisa insuportável! Que mundo arrogante!

Bom, eu sei que na velhice a pessoa encolhe 3 centímetros. Isso quer dizer que eu vou ter o meu sonhado 1,77 metro. O problema é perder na altura e ganhar na largura!! Mas eu não quero pensar nisso agora. Eu só quero lembrar que a insegurança é necessária, e tem seu charme. Que maravilha saber que a insegurança não é tão ruim assim!

3 comentários:

Juliana disse...

Sinceramente? ADORO ser alta, nunca vi nada negativo nisso. Só não gosto do tamanho do meu pé, se tem um sapato lindo e maravilhoso numa loja, pode saber que o único par número 39 que eles tinham já se foi. Isso sim me irrita! BJS!

Thamiris ThaMiris P. disse...

Em que mundo vc vive?
Vc tem o padrão de beleza mundial!
Vc já viu alguma top model ou estrela de hollywood baixinha ou gordinha??
As mulheres fazem de tudo para serem altas e magras, fazem dietas ,usam salto alto e vc está achando ruim ser perfeita?
Quem me dera! ;)

Thamiris ThaMiris P. disse...

Em que mundo vc vive?
Vc tem o padrão de beleza mundial!
Vc já viu alguma top model ou estrela de hollywood baixinha ou gordinha??
As mulheres fazem de tudo para serem altas e magras, fazem dietas ,usam salto alto e vc está achando ruim ser perfeita?
Quem me dera! ;)